Google+ Followers

terça-feira, 16 de agosto de 2016

AUTISMO E AS BRINCADEIRAS

 A pessoa com autismo  pode estar totalmente envolvida na interação social (na brincadeira com o facilitador, que pode ter sido criada a partir de elementos de um filme ou de personagens), O trabalho desenvolvido nesta dupla foi introduzir pequenas solicitações ligadas às pequenas metas de estamos trabalhando com metas brevemente negociadas com os alunos. Por exemplo, podemos pedir que a criança tenha uma participação física junto ao amigo ou  personagem favorito dela ou que ela responda ao personagem a respeito de determinado tema ou jogo.

 Muitas crianças, adolescentes e adultos se sentem motivados e verdadeiramente apreciam esse momento de interação, ao mesmo tempo em que sabemos que eles estão desenvolvendo os seus talentos e habilidades.

A brincadeira e a permissão do autista trazer o personagem a aula foi o motivador para que a interação acontecesse. A situação do brincar isolado foi dando espaço para as trocas, para falas no contexto, a alegria de interagir. Crianças, adolescentes e adultos com autismo podem aprender a se relacionar e a desenvolver suas habilidades de interação social e comunicação simplesmente brincando!

Postagem em destaque

Psicoterapia no centro de Poá/SP

Fazer terapia é uma ferramenta que nos permite melhorar nossa qualidade de vida! Psicoterapia no centro de Poá/SP Contato: (11) 3426-5250...