Google+ Followers

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Sugestões de atividades para alunos com Deficiência Visual (1º Ano)


 

1. Exploração da linguagem oral em situações comunicativas (Conversas proporcionadas, dialogo,

2. Exploração da linguagem escrita em Braille (Próprio nome, nome dos familiares, etc.)

3. Ouvir atentamente (momento de leitura de histórias, nas conversas, instrução de brincadeiras, musica etc.) 

O aluno dever ser orientado para o canal de voz;, ou seja olhar para quem esta falando;

4. Falar dirigindo o olhar a quem fala (durante os momentos da aula, em solicitações do professor)

5.Expressa.r-se (brincadeiras, músicas e sentimentos);

6.Escrever (uso do lápis e caderno treino do alfabeto a tinta, (para assinatura de documentos no futuro);

7.Interagir com os alunos, funcionários e demais professores;

8.Leitura Braille

9. Uso do alfa;beto móvel em Braille tamanho maior e definindo lado para não confundi-los com uma marca.

10. (Fichas de figuras em relevo, utilizando vários materiais como por exemplo: , EVA, Cola colorida, tinta de relevo, tecidos, etc);

11. Participação de produção de texto oral;

12. Empréstimo de livro, Braille, rótulos que tenha a impressão em Braille;

13. Solicitar participação na organização da sala.

14 Enviar recados pra a apropriação do espaço escolar promovendo situações de orientação e mobilidade;
  

INTERVENÇÕES

1. Permitir que o aluno participe das situações de diálogo o professor pergunta,pedindo que o aluno olhe para ele, para buscar o canal de voz e não se perder olhando para lado oposto de quem esta falando;

2.Utilizar letras móveis com as combinações numéricas do Braille;

3.Ler em voz alta em todas as situações, mais de uma vez, fazendo perguntas para prender a atenção e orientar de maneira que busque a face de quem fala (canal de voz);

4.Agrupar o aluno com colegas que estão dispostos a auxiliá-lo, porem propor situações que garantam o conto com todos por meio de brincadeiras e de movimentos, utilizar o próprio aluno para demonstrar o movimento ficando sempre atrás do aluno com Deficiência Visual, descrevendo os detalhes da brincadeira;









6. Proporcionar o uso do lápis e do caderno gradualmente, as letras devem estar em revelo inicialmente, fazer uma lacuna com papel cartão para delimitar o espaço a ser utilizado pelo DV na assinatura do nome; Solicitar a escrita do nome a partir de modelo;

7. Perguntar sempre colmo prefere que seja guiado pelo professor ou pelos alunos da classe, como também com os funcionários;

8 a 12.Apresentar objetos para apoiar a leitura concretizando para o aluno DV e fazendo perguntas: Você conhece esse objeto? (Se não ajudá-lo com comparações e descrição das funções do objeto ou miniatura de frutas , animais etc.) relacionando o objeto ou miniatura ao texto, a atividade favorece a criança a ampliar o conhecimento, atribuindo sentido as situações de aprendizagem e se contextualize.


OBSERVAÇÕES : A sugestões foram propostas sobre as Expectativas de Aprendizagem  propostas no RAADI para o 1º ano (Referencial sobre Avaliação da Aprendizagem  na área da Deficiência Intelectual). As atividades predominantemente devem ser adaptadas com antecedência com percepção tátil , olfativa, auditiva ou outra referência que concretize . Para filmes é necessário que haja descrição. Figuras e símbolos em relevo, Educação Física adaptadas com sinais sonoros , barras , cordas delimitando o espaço, demonstrar o exercício com o corpo do próprio aluno, sempre estando atrás do aluno . O alfabeto Braille pode ser confeccionado com caixas de papelão, embalagens de ovos, bolinha de desodorantes, cartões com grãos, botões, EVA, para matemática, coleções de tampinhas, botões, etc. material dourado, ábaco e soroban. As atividades direcionadas ao aluno com baixa visão ou visão subnormal devem ser adaptadas com fontes ampliadas, e adaptações que se referem a contextualização e descrição das atividades. 

Referências:

Postagem em destaque

Psicoterapia no centro de Poá/SP

Fazer terapia é uma ferramenta que nos permite melhorar nossa qualidade de vida! Psicoterapia no centro de Poá/SP Contato: (11) 3426-5250...